Agradecimento à Comunidade

2020, certamente, ficará marcado para sempre na vida de cada cidadão do mundo. O ano, como todos os outros, começou em clima de paz e de esperança em dias melhores, mas esse clima mudou no final de fevereiro, início de março.

Fomos inseridos numa guerra para combater um inimigo invisível: o Coronavírus, que mostra duas facetas opostas: sua fragilidade e seu alto poder de destruição. É frágil porque é facilmente eliminado das superfícies com o simples uso de água com sabão, mas destrói vidas quando contamina as pessoas, independentemente da condição social, cor, raça, credo, religião etc.

Ele impôs à sociedade o isolamento social como meio de evitar a propagação devastadora da Covid 19. Os cidadãos, ou parte deles, ficaram confinados e tiveram suas liberdades de locomoção e de contato físico impedidas. O que era natural, passou a ser restrito e sinônimo de alerta máximo de perigo. O convívio social e as relações humanas mudaram da noite para o dia.

Diante desse quadro, novas realidades se impuseram no convívio familiar, no trabalho e na escola. A humanidade foi apresentada ao ambiente remoto, digital, distante e desconhecido de boa parte da população, que, num curto espaço de tempo, teve de se adaptar às plataformas como meios de comunicação e de interação. O que antes era visto por muitos como entretenimento, passou a inserir as pessoas confinadas no mundo digital, do qual, passado esse período de exceção, poucos sairão.

O Colégio São Judas Tadeu, nesse contexto, adaptou-se à nova realidade e ofereceu, com planejamento e seriedade, aos seus alunos novas estratégias de ensino e de acompanhamento da aprendizagem de forma remota. Houve erros? Sim. Quem não errou diante do ineditismo da situação? Os acertos, porém, compensaram os erros.

O sucesso não se consolida sozinho. Há um conjunto de personagens para construí-lo e solidificá-lo. Desse conjunto, fazem parte os professores, os alunos, os pais/responsáveis, o pessoal técnico-administrativo, a coordenação e a direção. Como se fosse uma peça de teatro, cada um representou seu papel de forma brilhante. Constituiu-se um enredo composto de personagens principais, não houve personagens secundários. Todos tiveram e vão continuar a ter grande importância na nova realidade imposta.

A todos eles, o Colégio São Judas Tadeu agradece e espera continuar a tê-los como parceiros num futuro próximo, que, com certeza, será constituído por uma mentalidade cujo princípio deve deixar de lado a primeira pessoa do singular (eu) para pôr em prática a primeira pessoa do plural (nós).

BOAS FÉRIAS. ATÉ BREVE.COLÉGIO SÃO JUDAS TADEU

Sem comentários

Postar um comentário