Adaptação escolar: Meu filho mudou de escola. E agora?

A nova rotina pode trazer alguns desafios para o seu filho e o restante da família. Saiba como lidar melhor com essa mudança importante e a adaptação escolar.

Mudar de escola geralmente representa um grande motivo de ansiedade para as crianças. Afinal, elas estão deixando para trás um espaço devidamente explorado. Colegas e professores já conhecidos para entrar em um ambiente totalmente novo, com seus novos corredores, novas salas de aula e pessoas estranhas, a adaptação escolar pode ser ou não complicada.

As crianças, e também a família, terão que se adaptar a novas rotinas, horários e métodos de ensino. Se isso tudo parece desafiador para os pais, imagine então para as crianças. Assustadas, elas podem se recusar a ir para a escola, chorar na hora de sair do carro e parecer ter regredido anos em seu desenvolvimento.

Para tornar a adaptação escolar e essa transição mais fácil. O Colégio São Judas Tadeu preparou algumas dicas de como ajudar seu filho na mudança de escola. Confira:

Explique os motivos da mudança

Mesmo que seu filho seja pequeno, será mais fácil encarar uma mudança de escola se ele compreender os motivos que você teve para tomar essa decisão.

Seja consequência de uma mudança de endereço, por uma adequação ao orçamento da família ou pela busca de um ensino de melhor qualidade. É essencial que a criança entenda por que ela está tendo que deixar a antiga escola para trás.

Em geral, as crianças ficam tristes e rejeitam a ideia no começo. Mas depois começam a assimilar as razões para a troca de escola a passam a incorporá-las.

adaptação na educação infantil

Conheça as queixas mais comuns

Um passo importante para ajudar seu filho é estar preparado para as dificuldades mais comuns quando uma criança troca de escola. Geralmente, elas reclamam por não se sentirem integradas à nova turma. Por estranharem as novas regras e por não conhecerem a estrutura física do novo lugar.

A essa reclamações, somam-se a insegurança por não estar familiarizado aos novos professores e funcionários e a saudade que os pequenos sentem dos antigos colegas e professores.

Seu filho tem direito de se sentir inseguro

Mostre para o seu filho que você se importa com os sentimentos dele em relação à mudança de escola, orienta o Colégio São Judas Tadeu. Deixar os amigos e ter que encarar um novo espaço, com tudo que isso acarreta, não é fácil, e seu filho precisa saber que pode contar com você para superar essa fase. Os sentimentos de tristeza e ansiedade não devem ser suprimidos. Mas vivenciados e compreendidos para que a criança possa superá-los.

Caso seu filho tenha mudado de escola porque reprovou ou porque era vítima de bullying. Saiba que é normal ele se sentir desmotivado para iniciar o novo ano letivo. Dessa forma, os pais devem ser um porto-seguro para a criança e incentivá-la a encarar a novidade como uma oportunidade de recomeçar sua vida escolar.

De acordo com a escola na Mooca, você deve fazê-lo perceber que, neste novo ambiente, ninguém conhece sua história anterior – assim ele terá a chance de fazer novas amizades ou de levar os estudos de outra maneira.

adaptação escolar na educação infantil

Leve seu filho em uma visita prévia à escola

Antes de iniciar o ano letivo, é interessante levar seu filho para fazer uma visita à nova escola. Acompanhados pela diretora ou pela pedagoga. Vocês poderão conhecer juntos os ambientes como salas de aula, biblioteca, parquinho, cantina e laboratórios. Essa também pode ser uma oportunidade para ter os primeiros contatos com os funcionários e os novos professores.

Se possível, deixe seu filho participar do processo de escolha da nova escola, dentro de duas ou três opções previamente selecionadas pelos pais. A opinião dele é importante, mas tenha em mente que a responsabilidade de escolher a instituição de ensino será dos pais até o fim do Ensino Médio.

Mesmo que haja apenas uma opção, visitar a escola antes do primeiro dia de aula é uma excelente oportunidade de mostrar o lado positivo da mudança e de deixar seu filho mais seguro sobre o que ele vai encontrar.

Ajude seu filho com as novas rotinas

No começo, seu filho pode sentir dificuldade em seguir as novas rotinas, alerta o Colégio São Judas Tadeu. Algumas escolas adotam avaliações semanais, por exemplo, enquanto outras passam mais lição de casa. Convide seu filho para elaborar um calendário de atividades junto com você, organizando a agenda e a rotina da criança.

Utilize cores e adesivos para marcar os dias com atividades diferentes para ajudá-lo a se lembrar de suas responsabilidades. Assim que a rotina estiver assimilada, deixe claro que ele deverá assumir a responsabilidade por cumprir os compromissos.

atividades de adaptação para educação infantil

Acompanhe seu filho presencialmente

É fundamental que os pais compareçam a reuniões com os professores e eventos da escola – se essa postura já é essencial em anos letivos “normais”. Ela se torna obrigatória quando há uma mudança de instituição.

Converse com os professores e pedagogos para saber quais são as dificuldades na adaptação do seu filho ao novo ambiente e como você deve agir para ajudá-lo.

Se depois dos primeiros meses seu filho continuar resistindo à mudança de escola, trazendo reclamações e queixas. É interessante fazer uma visita com a coordenação pedagógica. Dessa forma, você poderá verificar se ela realmente não está conseguindo se adaptar por algum motivo ou se as queixas são apenas manha.

adaptação escolar

Tenha pulso firme e transmita confiança

Ser o porto-seguro dos filhos durante uma mudança de escola não significa que os pais podem ser relapsos com a rotina escolar. Deixe muito claro que ir à escola é obrigatório e que isso, definitivamente, não está em discussão.

Além disso, uma vez escolhida a escola. Procure mostrar que você confia no método de ensino e nos professores. Reclamar da nova instituição transmitirá ao seu filho que você não está totalmente confiante na mudança e dificultará sua adaptação. A família é a primeira a transmitir segurança.

Você também pode gostar de: Professor do Ensino Médio, qual seu papel além da educação?

 

Posts Relacionados:

9 lugares na Mooca que você não pode deixar de ir
Descubra a história do Carnaval no Brasil e como começou
O Cinema na escola pode melhorar o desempenho das aulas
Educação para “Aprender a ser”

Comentários da Matéria

0 comentários

Deixe o seu comentário: