consciência negra

20 de novembro: Dia da Consciência Negra

O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado no dia 20 de novembro. A data foi estabelecida em 2003 e incluída no calendário escolar, mas a lei foi sancionada e tornou-se feriado nacional apenas em 2011. O dia foi escolhido em memória à morte de Zumbi dos Palmares, líder negro que lutou contra a escravidão no Nordeste.

A ocasião lembra a importância de refletir sobre a posição dos negros na sociedade, que sofreram e sofrem diversos níveis de preconceito. Mesmo após a abolição da escravidão, em maio de 1888, a busca pela igualdade e pelos direitos nunca acabou.

Como não sabiam realizar outro tipo de trabalho, mesmo libertos, os escravos continuaram trabalhando nas casas de seus patrões. As oportunidades eram limitadas aos trabalhos pesados, já que não haviam estudado ou exercido outros ofícios.

Importância da data

A importância do Dia da Consciência Negra está no reconhecimento dos descendentes africanos na constituição e na construção da sociedade brasileira. O dia existe para lembrar o quanto eles sofreram desde a colonização do Brasil, suas lutas e conquistas, mas também homenageia àqueles que lutaram pelos direitos dos afrodescendentes e seus feitos.

Todos os anos, no dia 20 de novembro, são realizados congressos e reuniões para discutir a história de preconceito racial, a inferioridade na sociedade, dificuldades no mercado de trabalho, marginalização, bem como temas como moda e beleza negra.

No Colégio São Judas Tadeu, escola no bairro da Mooca, os alunos são levados à conscientização de uma problemática social, em que assuntos como racismo, discriminação e inclusão são discutidos e debatidos, para que deixe de ser um problema.

Abordamos, em cada etapa educacional, ferramentas diferenciadas para falar sobre a consciência negra. Como vídeos, análise de textos, jogos, brincadeiras inclusivas e muita conversa. Diversidade, tolerância, solidariedade e acolhimento são sementes plantadas em nossos alunos que darão muitos frutos no presente e futuro.

Sem comentários

Postar um comentário